Sem constrangimentos: contrate uma Personal Organizer

A bagunça tem efeitos colaterais e, entre eles, a vergonha. Isso porque a bagunça tem uma conotação pejorativa, que remete a questões mal resolvidas, improdutividade, desregramento, falta de controle. Não é à toa que ser organizado é motivo de orgulho e até mesmo uma qualidades ressaltada em entrevistas de emprego.

E aí, quem não consegue se organizar fica com aquela sensação de fracasso e constrangimento. Afinal, a bagunça além de expor uma fragilidade, expõe também pertences e vida pessoal, e nem todos tem essa facilidade de lidar com isso através de terceiros, e é super compreensível.

Mas não é porque é difícil, que é impossível. Abrir a porta da sua casa e, muitas vezes do seu coração e expor seus problemas, é um passo desafiador. Mas isso não pode ser um impeditivo para solicitar ajuda de um profissional.

Em minha trajetória, me envolvendo em casas de famílias, pude perceber que após a minha visita técnica, uma barreira era quebrada e era praticamente certo que o projeto seria realizado. O primeiro passo, de me receber e mostrar para mim os problemas, era o maior impasse dos meus clientes.

Mas não só por conta daquela crença de que “o mais difícil era dar o primeiro passo”. Somado a isso, tinha a questão da disrupção. Quando eu entrava em suas casas, livre de julgamentos, com o intuito de ouvi-los, compreender seus problemas e mostrar que estava tudo bem em não ser perfeito, eles abraçavam a causa. Compreendiam que todos somos humanos e devemos nos apoiar nos outros para evoluir constantemente.

Assim como eu não entendo de decoração e busco uma design de interiores para decorar minha casa, uma pessoa busca o serviço de uma Personal Organizer para organizar seu lar. É uma troca de talentos.

Ter vergonha da sua bagunça diante de uma Personal Organizer, fazendo um paralelo, seria como ter vergonha de um nutricionista por estar com problemas na tireóide, ou ter vergonha de um dentista por estar com uma cárie.

Obviamente, são cenários distintos, mas que também envolvem saúde, assim como eu já disse muitas vezes sobre como a bagunça afeta negativamente a nossa saúde. Compreende? Em todos os casos, precisamos de ajuda de alguém que domina aquele conhecimento, que possa te ajudar de maneira eficaz e que não irá te julgar por não estar cumprindo mais uma das exigências sociais.

Sei que é fácil falar e que pode soar como um clichê mas infelizmente somos levados a acreditar que temos que ser bem sucedidos como filhos, pais, mães, parceiros e ainda profissionalmente. E se nos cobrarmos, isso se torna frustrante! Mas no momento que aceitamos que não há nada de vergonhoso em não ser bom em tudo, unimos forças com pessoas que tem a habilidade que nos falta e com humildade aceitamos que está tudo bem assim! A informação, os serviços, os equipamentos estão aí para todos e devemos usufruir sem constrangimentos para a melhoria de nossa vida.

Sugiro que contrate uma Personal Organizer por isso: não existe motivo para se envergonhar de buscar orientação, educação, aprendizado.

Quebrando essa barreira, tenho certeza que sua casa e sua vida só têm a ganhar!

Priscila Sabóia

Sobre Priscila Sabóia

Priscila Sabóia, Personal Organizer Sou organizada desde pequenininha, blogueira, empreendedora, mãe de cachorro, casada e moro no Rio de Janeiro, Brasil.

Comentários

comentários