Seu dinheiro indo pro ralo…

A bagunça da sua casa pode fazer você esquecer de pagar contas, simplesmente porque não controlou o atraso dos correios ou mesmo porque você não dedicou um momento da semana ou do mês pra fazer esses pagamentos. Aí vem os juros. E com isso? Olha lá, seu dinheiro indo pelo ralo… 

Quando você compra algo que não usa, que fica paradinho lá no seu armário, também é uma forma de perder dinheiro.

Ou pior: quando você compra algo repetido, porque não encontrava o que você tinha em primeiro lugar (ou porque nem sabia da existência).

Os alimentos que você não confere na despensa e deixa vencer, acaba tendo que jogar fora ao invés de usá-lo dentro da validade pra fazer um jantar: dinheiro perdido, mais uma vez.

Então, como evitar isso?

A idéia principal é organizar a sua casa e por consequência, suas finanças.

Mas vamos por partes:

Despensa

É imprescindível que você tenha uma lista de supermercado.

Quando você faz uma lista de tudo que é consumido na sua casa e as quantidades, você sabe exatamente o que está faltando na hora de ir às compras.
Organizando a sua despensa, colocando os alimentos de uma mesma categoria juntos, facilita muito essa tarefa.

Outra super dica é colocar os alimentos iguais, enfileirados (como no supermercado). E também deixar os mais antigos na frente, pra que sejam consumidos antes.

Essas simples mudanças vão garantir muito mais economia na sua casa, eu garanto.

Contas

Tenha uma listagem ou planilha de tudo que você precisa pagar mensalmente, liste cada item e coloque ao lado o valor médio.

Assim você consegue ter uma idéia de quanto precisa pra pagar suas contas, se precisa cortar alguma coisa ou se vai sobrar um dinheirinho.
Com essa listagem, verifique semanalmente se todas as contas estão chegando na data esperada e vá pagando conforme for se aproximando os vencimentos.

Se você deixar programado o débito automático, é importante que depois dedique um momento para uma conferência rápida se deu tudo certinho 🙂

Roupas
Pratique uma limpeza geral do armário pelo menos 1x por ano (eu até sugiro mais vezes, tá?)

Vá retirando as suas peças e olhando o que você de fato usa, o que não tem muita certeza e o que sabe que não usa.

Experimente as peças pra ver se ainda combinam e vestem bem em você.

Faça disso um momento de reflexão, pense em quantas vezes você usou aquela peça no último ano.
O que você resolver tirar do armário, decida se vai doar pra alguém, ou vender.

Ao vender você ainda ganha um dinheirinho extra com o que estava parado dentro do armário. E tem mais: esse processo de desapego faz você perceber os seus hábitos de compra. Pode ser que você esteja comprando coisas “erradas” e não esteja percebendo.

Se tem muita coisa com etiqueta que você não usou em 1 ano, ou se tem coisas que você percebe que comprou só por causa da moda, fique de olho na hora de comprar coisas novas pra você.

Revertendo o quadro

Comece fazendo isso por partes, em uma semana adapte a despensa, na outra o setor das roupas, na outra o das contas/papelada.

Você vai ver como essas atitudes irão estancar o ralo das perdas simples de dinheiro que estão indo embora da sua vida por conta de pequenas besteirinhas que deixamos passar no dia-a-dia.

Priscila Sabóia

Sobre Priscila Sabóia

Priscila Sabóia, Personal Organizer Sou organizada desde pequenininha, blogueira, empreendedora, mãe de cachorro, casada e moro no Rio de Janeiro, Brasil.

Comentários

comentários