Use aquela louça guardada e tome um vinho…

Esses dias uma amiga, também empreendedora, postou um vídeo incrível no Facebook. Nesse vídeo ela dizia que havia presenteado um amigo com uma garrafa de vinho bem cara, já que ele era uma pessoa que amava bebidas, principalmente vinho. Ao entregar o presente ela disse: “Ei, é seu aniversário! Vamos beber esse vinho e comemorar!”. Mas o amigo disse que guardaria essa garrafa para um dia em que eles marcassem um almoço numa ocasião muito especial.

Enfim, vocês já devem imaginar o final da história né? Esse amigo faleceu. E a garrafa de vinho? Permaneceu na estante e depois foi embrulhada junto com os pertences dele.

Desde esse dia ela se prometeu que iria prestar atenção à cada detalhe da vida pra não deixar passar batido “outras garrafas de vinho”. Desde esse dia ela passou a criar um gatilho na sua cabeça pra toda vez que ela se ver trabalhando demais, sem tempo pra curtir a família, os amigos, o filho (que é um bolota lindo) ela simplesmente para e lembra da história do vinho. Porque ela, como ótima empreendedora que é, várias vezes se encontra nessa armadilha de trabalhar demais e estar imersa no trabalho que se confunde com diversão.

Ela fez esse vídeo maravilhoso com essa história e eu gostaria de complementar, dizendo aqui o que eu acabei não dizendo pra ela.

vinho

Amanda Costa, eu escrevi e não postei…

“Amore, nós que somos apaixonadas pelo nosso trabalho acabamos nos colocando nessa “cilada” de vez em quando. Ficamos pensando se estamos realmente vivendo. Afinal, temos que aproveitar a caminhada e não esperar o “final da corrida” pra ser feliz né?

Se cobre um pouco menos e seja feliz. Afinal, você já encontrou seu propósito de vida, que é algo que pessoas levam uma vida inteira pra descobrir. Muitas vezes, recebo em meus cursos pessoas que acabaram de se aposentaram viveram 35 anos de suas vidas em pról de uma empresa em que ela mal sabia o que estava fazendo lá, senão cumprindo carga horária. E aí ela aparece no meu curso, com 50 e poucos anos querendo se reinventar, pois sempre é tempo. Ai também vem me contar uma história de que, na casa dela, tem uma louça linda, que a mãe deixou de herança e que ela só usa pra receber pessoas. No dia-a-dia, ela usa mesmo o prato marinex e copos de plástico, e o pior, mora sozinha e quase não recebe ninguém. Mas sempre que eu vejo um caso desses, agradeço à Deus por ter encontrado o meu caminho tão cedo e acordar com um propósito tão bem definido todos os dias. Fique tranquila, você está vivendo intensamente. Ah, só não esqueça de tomar o vinho. Seja o dia que for, no momento que for, com quem for…tome vinho! ;)”